'Aceitar todos os cookies': o que significa aviso que se tornou mais comum na internet


Com a entrada em vigor da LGPD, mais sites passaram a pedir autorização para usar cookies — Foto:  Altieres Rohr/g1

Com a entrada em vigor da LGPD, mais sites passaram a pedir autorização para usar cookies — Foto: Altieres Rohr/g1

"Clique para aceitar nossos cookies". É comum encontrar frases como essa ao entrar em um site pela primeira vez ou ao voltar a acessá-lo depois de algum tempo.

Esses avisos ficaram mais frequentes no Brasil desde o ano passado por conta da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que prevê a possibilidade de multas para quem descumprir regras sobre tratamento de informações.

Ela é inspirada no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GPDR), criado pela União Europeia em 2018.

Em vários casos, antes de clicar em "Aceitar cookies", é possível selecionar botões como "Minhas opções" para alterar o que será armazenado (veja mais ao final do texto). Mas, na pressa, algumas pessoas acabam optando por aceitar tudo. Veja abaixo perguntas e respostas sobre o tema.

Para que servem os cookies?

Os cookies são arquivos criados por sites para coletar informações sobre a sua navegação na internet.

Eles são transferidos para o seu dispositivo e podem servir para vários objetivos, como oferecer mais comodidade. Isso inclui, por exemplo, manter a conta de um serviço ativa para você não precisar preencher login e senha toda vez, ou salvar os itens que você colocou anteriormente no carrinho de compras do site de uma loja.

O que são 'cookies' na web e quais riscos eles representam?
--:--/--:--

O que são 'cookies' na web e quais riscos eles representam?

Existe algum risco?

Em geral, os cookies não representam perigo, já que eles costumam guardar códigos aleatórios – e não dados pessoais – para identificar usuários.

Ainda assim, sites com práticas não recomendadas podem usá-los para armazenar nome, e-mail ou telefone, por exemplo. É o que explica Fabio Assolini, analista sênior da Kaspersky no