Jovem manda foto para mãe minutos antes de morrer em praia de SP

Jovem manda foto para mãe minutos antes de morrer em praia de SP

  • Jovem manda foto para mãe minutos antes de morrer em praia de SP


Jovem mandou foto para a mãe antes de morrer, dizendo que estava sol na praia — Foto: Arquivo PessoalJovem mandou foto para a mãe antes de morrer, dizendo que estava sol na praia — Foto: Arquivo Pessoal

Jovem mandou foto para a mãe antes de morrer, dizendo que estava sol na praia — Foto: Arquivo Pessoal

Um jovem de 20 anos morreu ao ser levado pela correnteza do mar de Mongaguá, no litoral de São Paulo. Segundo o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), o corpo do turista foi encontrado na cidade vizinha ao afogamento, em Itanhaém. Em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (6), a mãe da vítima relatou que ele havia lhe enviado uma foto minutos antes de morrer, afirmando estar curtindo a praia.

"Pouco tempo antes dele morrer, ele me mandou uma foto falando, olha mãe, tá o maior sol aqui. Depois de um tempo eu soube que nunca mais veria o sorriso do meu filho. Era a primeira vez que ele visitava a cidade de Mongaguá. Está doendo muito", conta a vendedora Silmara do Nascimento, de 38 anos, mãe do jovem.

A vítima foi identificada como Igor Nascimento de Oliveira, morador do município Ferraz de Vasconcelos. O jovem, segundo o GBMar, teria desaparecido neste domingo (3). Porém, o corpo dele foi encontrado apenas na última segunda-feira (4).

Jovem também enviou mensagem avisando a mãe que havia chegado na praia e no dia seguinte voltava para casa — Foto: Arquivo pessoalJovem também enviou mensagem avisando a mãe que havia chegado na praia e no dia seguinte voltava para casa — Foto: Arquivo pessoal

Jovem também enviou mensagem avisando a mãe que havia chegado na praia e no dia seguinte voltava para casa — Foto: Arquivo pessoal

O desaparecimento do turista ocorreu após ele ter sido puxado pela correnteza. O GBMar foi acionado via 193, mas não encontrou o corpo da vítima ao chegar no local. Igor só foi localizado no dia seguinte, na praia de Itanhaém. A perícia foi acionada e o corpo foi retirado e reconhecido pela família.

De acordo com a mãe do jovem, eles eram muito próximos e a família está sofrendo muito com a perda. "Enterramos ele nesta terça-feira. Eram 20 anos do meu filho e foram 20 minutos para enterrá-lo. Eu nunca mais vou poder vê-lo. Ele morreu um dia depois do aniversário da irmã. É muito triste. Meu menino brincalhão que trabalhava de garçom para me ajudar agora deixa só lembranças", finaliza a mãe.

Silmara relatou que filho mandou mensagem pouco tempo antes de morrer em Mongaguá, SP — Foto: Arquivo pessoalSilmara relatou que filho mandou mensagem pouco tempo antes de morrer em Mongaguá, SP — Foto: Arquivo pessoal

Silmara relatou que filho mandou mensagem pouco tempo antes de morrer em Mongaguá, SP — Foto: Arquivo pessoal

Cresce números de afogamentos

Durante o fim de semana do feriado de Finados, celebrado no último sábado (2), o número de afogamentos nas praias da Baixada Santista somou cinco pessoas mortas e pelo menos sete desaparecidas.

Em 2019, o GBMar realizou 1.633 salvamentos e registrou 80 mortes em praias da Baixada Santista. O número de salvamentos é 20% maior do que o registrado em todo o ano passado, quando 1361 banhistas foram resgatados.

A quantidade de mortes também aumentou. Em 2018, 60 pessoas morreram afogadas, 20 a menos do que o número registrado até o início de novembro em 2019.

Corpo de turista que se afogou foi encontrado em Itanhaém, SP — Foto: Reprodução/Top LitoralCorpo de turista que se afogou foi encontrado em Itanhaém, SP — Foto: Reprodução/Top Litoral

Corpo de turista que se afogou foi encontrado em Itanhaém, SP — Foto: Reprodução/Top Litoral