CGE registra frio de -2°C no Extremo Sul de São Paulo na madrugada desta terça-feira

CGE registra frio de -2°C no Extremo Sul de São Paulo na madrugada desta terça-feira

  • CGE registra frio de -2°C no Extremo Sul de São Paulo na madrugada desta terça-feira

CGE registra frio de -2°C no Extremo Sul de SP na madrugada desta terça-feira
--:--/--:--

CGE registra frio de -2°C no Extremo Sul de SP na madrugada desta terça-feira

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura registrou frio intenso em São Paulo e na região metropolitana na madrugada desta terça-feira (20). Os bairros mais gelados, segundo o CGE, foram Marsilac, com -2°C, e Capela do Socorro, com -1°C, ambos no Extremo Sul.

Em todo o município, a rede de estações meteorológicas do CGE da Prefeitura de São Paulo registrou a média de 6ºC no amanhecer, disse o órgão.

Temperaturas registradas na capital paulista na madrugada desta terça-feira (20). — Foto: Reprodução/TV Globo

Temperaturas registradas na capital paulista na madrugada desta terça-feira (20). — Foto: Reprodução/TV Globo

O CGE não registrou, até por volta de 4h30, geadas na capital paulista, como era a expectativa dos meteorologistas. Mas cidades como Jundiaí e Sorocaba, no interior, registraram geada deste a madrugada de segunda-feira (19).

O frio também foi intenso em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo, onde o CGE registrou 0°C, e na cidade de Mauá, no ABC paulista, com 4°C.

E o tempo seguirá gelado. Os termômetros localizados nas estações meteorológicas do CGE registram a média de 6°C na manhã desta terça. No restante do período, haverá céu claro e dia ensolarado e seco. A tarde terá máxima de 18°C.

Os bairros mais gelados, segundo o CGE, foram Marsilac, com -2°C, e Capela do Socorro, com -1°C, ambos no Extremo Sul — Foto: Reprodução / CGE

Os bairros mais gelados, segundo o CGE, foram Marsilac, com -2°C, e Capela do Socorro, com -1°C, ambos no Extremo Sul — Foto: Reprodução / CGE

Acolhimento de moradores de rua

Segundo a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), cerca de 224 pessoas foram acolhidas das ruas da cidade na madrugada desta terça-feira (20) por causa do frio intenso.

Foram distribuídos também 200 cobertores, mas 55 pessoas se recusaram a ir para os abrigos oferecidos pela prefeitura durante a madrugada.

De acordo com a pasta, foram contabilizados 14.017 acolhimentos, 1.208 recusas e 13.241 cobertores distribuídos desde 30 de abril, quando a gestão municipal começou a operação de 'Baixas Temperaturas 2021' na cidade, que vai até 30 de setembro.

A ação é reforçada sempre que a temperatura atingir um patamar igual ou inferior a 13ºC ou sensação térmica equivalente, informou a SMADS.